Amores!

Estou atendendo com uma amiga nova, a Viviane uma linda ruiva que adora me pegar!

Aproveitem para nos ver juntinhas na maior pegação!

 

 

Oi amores!

Promoção no programa de 1 hora =250,00

Todas as meninas exceto a Luana.

Aproveitem!

Ah…e quem quiser sair comigo aproveite esta semaninha, pois na próxima estarei viajando.

Experimentem também a Massagem Sensual por 150,00.

Tudo isso vocês podem pagar no cartão!!!

Fotinho minha sem photoshop de presente!!

Acompanhantes Joinville-Garota de programa

Acompanhantes Joinville-Garota de programa

As fantasias tem um papel importante na nossa vida, pois desde crianças fantasiamos aquilo que desejamos. Existem vários tipos de fantasias inclusive sexuais, todos nós conhecemos muito bem. É desse tipo de fantasia que iremos tratar.

As fantasias sexuais surgem na nossa mente desde a infância e principalmente no período da pré-adolescência, quando começamos a nos masturbar. Muitas vezes não identificamos que são apenas fantasias e assim esses pensamentos “pecaminosos” podem nos prejudicar. O importante, nessa fase, é que seja esclarecido para o adolescente que essas fantasias são normais e somente na fase adulta podemos identificar o que é saudável e o que pode ser prejudicial.

Parece que a falta de informação e  orientação tem prejudicado muito a geração atual, pois o que era considerado proibido se tornou algo que deve ser realizado antes do amadurecimento. Um exemplo disso é que hoje os adolescentes decidem sua opção sexual baseado em fantasias. Sim, é isso mesmo! É perfeitamente normal fantasias homossexuais nesta fase, o que não significa que devemos levar as fantasias ao pé da letra, tomando decisões tão importantes sem questionar a nós mesmos. Qual a menina que nunca teve fantasia com as amigas? Antigamente, nesta fase as meninas brincavam de médico. Agora elas transam e se assumem lésbicas perante a sociedade. Essa precocidade na tomada de decisões pode interferir quando elas chegam na fase adulta e começam a gostar de homens também, então começa a gerar uma confusão de sentimentos.

Esse é apenas um exemplo que deve ser avaliado, dentre tantas outras fantasias que devemos entender o que é real e o que são apenas pensamentos que geram excitação sexual. Pois, as fantasias também são importantes para nossa satisfação sexual. Desde que começamos a nos masturbar pensamos em “coisas proibidas”, as quais nos excitam e levam ao orgasmo. Geralmente os homens tem mais facilidade de lidar com isso, por serem mais racionais. Portanto, podem chegar mais rápido ao orgasmo com uma relação sexual satisfatória, pelo simples fato de liberarem suas fantasias. Ao contrário de algumas mulheres que, muitas vezes, por serem  mais reprimidas, bloqueiam seus próprios pensamentos que poderiam leva-las ao ápice do orgasmo e uma relação prazerosa.

Nem sempre as fantasias devem ficar somente no pensamento, pois um dia temos o livre arbítrio para realiza-las com maturidade para distinguir o que é saudável para nossa vida sexual na fase adulta. Casais saudáveis que se amam, sentem atração um pelo outro, pois é impossível amar sem se sentir atraído pela pessoa, quando isso acontece é porque o amor de casal acabou, dando lugar para outros sentimentos, onde o sexo e as fantasias já estão ligados a outras pessoas que não seu parceiro. Numa relação saudável onde existe amor, é possível realizar muitas fantasias e brincadeiras sexuais. Desde que estas fantasias não ultrapassem os limites do certo e errado de cada pessoa. Eu acho muito saudável um casal que faz do sexo parte de atividades de lazer, como por exemplo: transar em locais e momentos inusitados. E isso só é possível quando temos atração pelo nosso parceiro, e o desejo está sempre presente ao invés de surgir somente na “hora de transar”.

Talvez este seja o motivo de fantasias prejudiciais ao ser humano, a falta de desejo entre os parceiros, gerando uma necessidade de algo que não sabemos identificar. Avalie se a pessoa que está ao seu lado é realmente aquela que você quer realizar suas fantasias mais intimas ou se ela será apenas um coadjuvante.

Luana Gaúcha

Olá meus amores!

Esta semaninha estarei fora, mas as meninas podem cuidar de todos vocês.

Estarei de volta depois do feriado!

Beijos para todos

Oi amores!

Minha priminha que vocês adoram  está de volta! Aproveitem , pois é por pouco tempo!!

Relembrando que aceitamos cartões e trabalhamos somente com horário marcado. O endereço completo só é passado no momento da chegada do cliente.

 


Acompanhantes Joinville

Olá amores!

Esta semana estarei viajando, masssssssss liguem para o fone da casa 47 9903 4897 que serão muito bem atendidos!!!!

Na próxima segunda estarei de volta com saudade de vocês!

Uma nova opção para clientes que querem desfrutar dos benefícios da massagem aliada a sexo de qualidade, com as mais gatas de Joinville.

Massagem + Programa = 200,00

Quem quiser tudo isso e ainda levar duas gatas paga 400,00 que pode ser parcelado em 2x no cartão de crédito!

 

Todos conhecem este ditado bem antigo. Alguém já parou para pensar até que ponto esta afirmação é verdadeira? A meu ver, quem cala realmente consente. Sabem por quê?

Eu vou explicar: Quando estamos num relacionamento, aos poucos vamos aceitando pequenos acontecimentos que parecem insignificantes,mas nos aborrecem e   podem prejudicar uma relação  para sempre.

Muitas vezes não falamos por medo da reação do outro, ou até mesmo por não saber expressar da forma correta o que não nos agrada. Pois se não concordamos com algo e nos calamos, a outra pessoa pensa que está tudo bem. Mas não está! Assim nos tornamos insatisfeitos com a relação, cultivando uma ferida que talvez não cicatrize nunca mais.

Por outro lado, se a outra pessoa estiver errada, ao nos calarmos, além de consentir estaremos incentivando o erro. Um exemplo muito fácil disto é quando uma criança comete um erro e em vez de explicar para a criança que está agindo errado, simplesmente a reprendemos ou não falamos nada. Indiretamente estamos consentindo e incentivando a criança a fazer o errado, em vez de ensinarmos o certo.

Portanto não devemos nos calar diante de fatos que não concordamos, por mais que seja difícil, sempre devemos expor o problema com muito carinho e sinceridade. Dessa forma é possível um relacionamento baseado na verdade e na satisfação de ambos.

Luana Gaúcha